I BOLSA MULHERES QUE CORREM UNO ENTRE CIENMIL

SOBRE O PROJETO

A cada ano que passa, são diagnosticados em Espanha mais de 1.400 novos casos de cancro infantil,revelando as estatísticas que cerca de 20% das crianças não chega a superaressa doença.

Por isso, a Fundação Unoentrecienmil, juntamente com Mulheres que Correm,vem propor uma investigação acerca dos benefícios da atividade físicapara a recuperação dum processo oncológico emidade infantil.

Esta primeira bolsa será destinada a financiar o maior estudo efetuado até ao momento em Espanha sobre cancro infantil e educação física, e será levado a cabo no Hospital Menino Jesus de Madrid.

Uma investigação liderada pelo Dr. Alejandro Lucía, reputado cientista e vencedor do Prémio Nacional de Investigação de Medicina do Desporto 2016. “Chegámos a resultados preliminares que vêm sugerir que o exercício físico realizado por crianças com cancro, mesmo nas fases mais agressivas do tratamento ou durante opróprio processo de transplante de precursores hematopoiéticos, poderá ser benéfico para o seu sistema imunitário. Queremos comprovar seo exercício físico, como parece ser o caso nalguns tumores adultos, ajuda não só a aguentar melhor a deterioração funcional associada ao cancro infantil, mas também ajuda, ainda que só em parte, a curar esta doença. Isso poderia vir a acrescentar ainda mais força à necessidade de incorporar aatividade física, como terapia coadjuvante no tratamento integral do cancro infantil”, explica este especialista.

beca mujeres que corren cristina mitre investigacion cancer infantil

Pin It on Pinterest